A endometriose, conhecida como uma doença da mulher moderna, é definida como a presença de tecido do endométrio fora do útero, o que causa uma inflamação crônica¹. Um dos principais problemas relacionados à endometriose é que ela é uma das principais causas da infertilidade feminina, além da dor pélvica¹.

Como qualquer doença, a endometriose pode causar um impacto na rotina e no psicológico, podendo prejudicar a qualidade de vida de quem passa por isso. E o pior de tudo é que muitas vezes as mulheres nem sabem o que causa endometriose. Foi pensando nisso que resolvemos explicar melhor. Vamos juntas?

Confira também O que é endometriose e como ela afeta as cólicas menstruais?

Causas da endometriose

Há muito tempo se discute as causas dessa doença, e até hoje elas não são muito claras. Mas já sabemos que existem diversos fatores que podem facilitar o desenvolvimento da endometriose 1, como:

  • Número de menstruações ao longo da vida.
  • Fatores genéticos, como a incidência em parentes de 1.º grau.
  • Fatores ambientais, como a exposição diária a poluentes químicos e outros hábitos de vida dos pacientes.
  • Sedentarismo e má alimentação.

Incidência e tratamento da endometriose

Estima-se que 10% a 15% das mulheres em idade reprodutiva possam desenvolver endometriose1,2. A maioria dos casos é diagnosticada pelos sintomas mais comuns, dentre eles2:

  • Dor pélvica (cólica) crônica e, muitas vezes, acíclica.
  • Dor durante as relações sexuais.
  • Infertilidade.

Alterações intestinais e urinárias cíclicas.

Você também pode gostar de Como aliviar a lombalgia durante a TPM?

O tratamento é definido de forma individual, dependendo do caso de cada mulher. Em primeiro lugar, o tratamento visa a reduzir os sintomas e, depois, evitar o progresso da doença¹. A dica é visitar regularmente o ginecologista e ficar sempre atenta aos sintomas!

Existem também algumas medidas comportamentais que podem ajudar no tratamento, como a prática de exercícios físicos. Isso porque ajuda a regular o sistema imunológico, diminuindo a secreção do estrogênio, que é o hormônio que participa do avanço da doença.

Além disso, uma dieta balanceada, com a ingestão de vitaminas e fibras, também pode auxiliar na prevenção¹.

Agora você já sabe o que causa endometriose! Caso tenha ficado alguma dúvida, vale sempre marcar uma consulta com o seu médico. E você também pode conferir outras dicas que já postamos. Você pode encontrá-las na seção de dicas do site de Buscofem ou, ainda, no app Sai Cólica! ;)

Buscofem é indicado para o alívio das cólicas e de outras dores menstruais. Por ser líquido, não demora para ser absorvido pelo organismo, promovendo o alívio 2x mais rápido que comprimidos. Seu formato em cápsula liquigel torna muito mais fácil de engolir, sem deixar nenhum sabor residual3! Para mais informações, consulte a bula de Buscofem!

“NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CASO DE ÚLCERA, GASTRITE, DOENÇA DOS RINS OU SE VOCÊ JÁ TEVE REAÇÃO ALÉRGICA A ANTI-INFLAMATÓRIOS. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Buscofem é indicado para o alívio das cólicas e outras dores menstruais. LIQUI-GELS® é marca registrada da Catalent Brasil LTDA*. Contraindicações: alergia ou intolerância aos componentes da fórmula, asma, pólipo nasal, inchaço ou urticária provocada por medicamentos, úlcera gastrintestinal, doenças graves do coração, fígado ou rins, desidratação, últimos 3 meses de gravidez e em gestantes sem orientação médica e crianças menores de 12 anos. MS - 1.0367.0159 - SAC 0800 701 66 33.”

Referências:

1 - Barbosa, DAS. Oliveira, AM. Endometriose e seu impacto na fertilidade feminina. Revista Acadêmica do Instituto de Ciências da Saúde. 2015. [Disponível em: http://revistas.unifan.edu.br/index.php/RevistaICS/article/view/116]

2 - Berbel, BT. Podgaec, S. Abrão, MS. Análise da associação entre o quadro clínico referido pelas pacientes portadoras de endometriose e o local de acometimento da doença. Revista de Medicina. 2008. [Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/59078]

3 - Mendes, GD; Mendes, FD; Domingues, CC; Oliveira, RA de; Silva, MA da; Chen, LS; et al. Comparative bioavailability of three ibuprofen formulations in healthy human volunteers. Int J Clin Pharmacol Ther. 2008