É normal sentir cólicas após a menstruação? 

A cólica menstrual, também chamada de dismenorreia, é um sintoma extremamente comum. Tanto que alguns estudos apontam que 60 a 80% das mulheres sofrem com ela¹. Desse percentual, 8 a 18% das mulheres ficam impossibilitadas de realizar tarefas diárias (como trabalhar ou estudar) por causa dessa dor¹.

A cólica é geralmente associada à menstruação¹ – mas e quando ela persiste mesmo após o fim da menstruação? É normal? 

Não, não é comum. A dismenorreia pode ser classificada em primária e secundária¹. Olhe só as diferenças:

● Dismenorreia primária 

É um processo natural do corpo feminino durante o ciclo menstrual. É uma consequência de uma série de alterações hormonais e contrações do útero¹.

Normalmente inicia junto com o fluxo menstrual e dura em média de 24 a 48 horas¹, embora algumas variações desse período sejam consideradas normais. Ela também pode ser acompanhada de sintomas como dor na região do abdome, dor de cabeça, enjoo, entre outros¹.

● Dismenorreia secundária 

Já a dismenorreia secundária tem relação com alguma doença ou condição biológica, e acarreta sintomas mais graves e acentuados².

A cólica após o término da menstruação não é comum 

A dor na região do abdome/pelve após o final da menstruação pode indicar dismenorreia secundária. Essa dor é chamada dor ovulatória².

É caracterizada por aparecer justamente no meio do ciclo menstrual (ou seja, depois do fim da menstruação). A dor é aguda, em pontadas, e sua duração varia de alguns minutos a várias horas².

Fique atenta: consulte seu ginecologista com regularidade ;)

Mantenha sua visita ao ginecologista regularmente e procure seu acompanhamento sempre que sentir necessidade.

Referência:

1) Diegoli MSC, Diegoli CA. Dismenorréia. RBM. 2007;64(3):81-87. http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=3529

2) Beznos GW. Distúrbios menstruais. Ped Mod. Ago 2002;38(8):372-75.