Como saber meu período fértil?

O período fértil corresponde aos dias do ciclo menstrual em que a mulher está mais propensa a engravidar. É o período em que acontece a ovulação, sendo muito importante que cada mulher conheça seu período fértil para entender melhor o funcionamento do seu ciclo como um todo e saber quando está mais propensa a engravidar.

Conferindo a duração do seu ciclo menstrual

Para calcular o período fértil, você deve saber quantos dias tem o seu ciclo menstrual. Para isso, conte o primeiro dia de cada menstruação por um período de 6 meses a 12 meses. A duração de cada ciclo compreende desde esse primeiro dia de menstruação até o dia que antecede o próximo sangramento¹.

Para conferir se seu ciclo é regular, faça um registro de quando você menstrua e da duração do ciclo¹. O mais comum é que um ciclo regular dure, em média, 28 dias³, mas esse número não é exato para todas as mulheres.

Para ser caracterizado como irregular, o seu ciclo deve apresentar variações de 10 dias ou mais, entre um e outro. Caso esse seja o seu caso, o melhor é procurar auxílio médico, já que nesses casos a ovulação não respeita a tabela padrão¹.

Calculando o período fértil

Para saber quando o seu corpo está ovulando, você deve ter registrado as durações de pelo menos 6 ciclos, como já explicamos antes¹. Feito isso, o cálculo matemático é supersimples:
● Subtraia 18 do ciclo mais curto¹.
● Subtraia 11 do ciclo mais longo¹.

Pronto! O resultado indica, respectivamente, o primeiro e o último dia do período fértil. Para ficar mais fácil de entender, a gente dá um exemplo.

Digamos que o seu ciclo mais longo foi de 30 dias e o mais curto durou 25 dias. A diferente entre eles foi de apenas 5 dias, então, ele se enquadra dentro de um ciclo menstrual normal. Seguindo o cálculo de ciclo mais curto (25 - 18 = 7) e o cálculo de ciclo mais longo (30 - 11 = 19), chegamos à conclusão de que seu período fértil fica entre o 7.° e o 19.° dia do ciclo menstrual¹.

É importante ressaltar que esse método não é o mais indicado para evitar a concepção.

Para que ele funcione, é preciso ter muito controle sobre quando a mulher está ovulando e evitar relações sexuais durante esse período, o que o torna pouco eficiente e com altas probabilidades de não funcionar. Vale lembrar que pesquisas apontam que mais de 40% das adolescentes apresentam irregularidades menstruais no primeiro ano que segue após a primeira menstruação, podendo assim persistir ainda no quinto ano em 20% delas. Transtornos do ciclo menstrual podem ocorrer em qualquer época da vida reprodutiva da mulher, sendo mais, freqüentemente observados logo após a menarca (primeira menstruação) ou no período da pré e perimenopausa2.
O médico deve descartar outros fatores de base orgânica como responsáveis pela irregularidade menstrual. Além disso, esse método não previne doenças sexualmente transmissíveis, sendo imprescindível o uso de preservativo juntamente com o método2.

Você pode contar com o aplicativo Sai Cólica para acompanhar seu ciclo
menstrual e ficar por dentro de cada fase do seu ciclo! Basta baixar o aplicativo gratuitamente no seu Android ou iOS e configurar com algumas informações do seu ciclo!

O mais comum é que um ciclo regular dure, em média, 28 dias³, mas esse número não é exato para todas as mulheres.

Referências:

1)  Pagliuca LMF, Rodrigues ML. Métodos contraceptivos comportamentais: tecnologia educativa para deficientes visuais. R  gaúcha Enferm. Porto Alegre; jul 1998; 19(2):147-153.

2) Bouzas I, Pacheco A, Eisenstein E. Orientação dos principais contraceptivos durante a adolescência. Rev. Adolesc e Saúde. Rio de Janeiro; jun 2004; 1(2):27-33.